Ontem tomaram pose os parlamentares federais eleitos em outubro de 2006. Fico aqui imaginando a qualidade do Congresso Nacional que teremos nos próximos quatro anos. Foram reconduzidos ao parlamento muitos mensaleiros, e sanguessugas, além de terem sido eleitos tipos como Paulo Maluf, Collor de Melo entre outros. Temos ainda Antônio Palocci e José Jenuíno. Os eleitores, por revolta ou alienação, ainda votaram em nomes como Clodovil e Frank Aguiar. O primeiro tem como proposta não ter proposta nenhuma. O segundo certamente causará sensação no Congresso com seus gritinhos já popularizados nos seus shows e discos. Isso sem falar que no fato de que 74 parlamentares respondem a processos na Justiça Federal. São acusados por crimes que vão desde peculato até formação de quadrilha. O que será de um país da imensidão territorial do Brasil com uma Câmara de Deputados que parece um grande esgoto a céu aberto, tamanha a sujeira que se fez rolar nos últimos anos em seus gabinetes e corredores? Será que o povo brasileiro está brincando de ser cidadão e se dando ao direito de errar por livre e espontânea vontade? Essas são perguntas que ecoam na minha cabeça diariamente e que me deixam com náuseas só de pensar na resposta previsível. Como diria o José “Macaco” Simão: “acho que vou pingar umas gotas do meu colírio alucenógeno”.

Comente com o Facebook