jornalismo

Apenas uma observação

menos de 1 minuto Na semana passada postei aqui um texto no qual diferencio jornalismo online de webjornalismo e em que afirmo que nenhum site de notícias de Roraima, onde resido e trabalho, pratica essa segunda modalidade de jornalismo digital. O post é um texto técnico com base em teorias de outros estudiosos que diferenciam o jornalismo online [que nada mais é do que a simples transposição do material que poderia ser publicado no suporte papel para a internet] e o webjornalismo, que faz a convergência de Continue lendo

O espião de Renan

1 minuto  Vem por aí mais um capítulo da novela Renan Calheiros (PMDB-AL). Os senadores goianos Demóstenes Torres, do Democratas, e Marcone Rerilo, do PSDB, disseram hoje que vão protocolar uma ação por quebra de decoro parlamentar contra o senador alagoano, recentemente abosilvido em outro julgamento. Torres e Perilo acusam Renan Calheiros de ter encomendado uma ação de espionagem contra eles. O responsável pela missão seria o assessor especial de Renan, Francisco Escócio, que ganha nada menos que R$ 9.300 reais como servidor do gabinete do Continue lendo

Roraima: 19 anos, muitas belezas, diversos problemas

2 minutos Roraima completa, nesta sexta-feira, 19 anos na condição de Estado da Federação. Foi alçado a esse status com a promulgação da Constituição Federal de 1988. Porém, a implantação propriamente dita do Estado só se deu no dia 1º de janeiro de 1991, com a posse do primeiro governador eleito por voto direto: o brigadeiro do ar Ottomar de Souza Pinto, que novamente está no poder. Roraima é uma terra aconchegante, mas cheia de problemas. Ao longo dessas quase duas décadas, não conseguiu desenvolver sua economia. Durante Continue lendo

Sobre jornalismo online e webjornalismo

4 minutos Com o surgimento da Internet e o seu aperfeiçoamento, a máxima “nós escrevemos, vocês lêem” ficou para trás. Os veículos de comunicação de massa convencionais – os impressos principalmente – estão tendo que se repensar enquanto empresas produtoras de conteúdo, uma vez que o suporte papel está sendo preterido em relação à publicação online. Os leitores jovens já preferem ler os veículos noticiosos da grande rede. A rede mundial de computadores criou um novo conceito de jornalismo (antes existiam o jornalismo impresso, o radiojornalismo e Continue lendo

‘Blogueiros são formiguinhas com megafone’

14 minutos A entrevista desta semana é com o jornalista, professor de inglês e português para estrangeiros e DJ de música eletrônica, Pedro Serra. O blogueiro mantém a página Na Média, na qual escreve sobre Jornalismo, Marketing, Publicidade e afins. Eu descobri o Pedro a partir de um comentário que ele fez na entrevista com a Ana Carmen Foschini, postada aqui no blog, semana passada, e decidi entrevistá-lo, uma vez que ele também se mostra interessado em entender cada vez mais esse fenômeno que Continue lendo

Folha adere ao jornalismo cidadão

2 minutos   O jornalismo cidadão já deixou de ser uma novidade no país e no mundo, mas em Roraima essa prática está dando os seus primeiros passos. Os jornais locais, principalmente o mais tradicional, a Folha de Boa Vista, sempre resistiram à intervenção pública em suas páginas. Por exemplo, enquanto nos jornais de todas as capitais brasilerias a página de opinião há anos reserva um epaço para a manifestação do leitor, através de cartas, somente há cerca de um mês a Folha adotou Continue lendo

“Comércio da Verdade”

1 minuto “O jornal, hoje, é uma empresa comercial, um negócio para dar lucro. Se assim é, nós estamos no comércio da verdade. O que vendemos deve ser algo digno de confiança”. (Da jornalista Magda de Almeida, citada no livro Clube dos Ingênuos, de decana do jonralismo cearense, Adísia Sá, editora Fundação Demócrito Rocha). “Comércio da verdade”. Essa parece ser a máxima do jornalismo impresso e televisivo moderno. Vender “verdades”, meias verdades, pseudo-verdades, mentiras que repetidas como mantra ganham ares de verdade. Os jornais/emissoras Continue lendo

‘Esse povo que não tem o que fazer’

1 minuto O deputado estadual Chicão da Silveira (PDT-RR) tachou de absurda a manifestação dos militantes do MST por melhorias no campo para que possam ter uma vida digna. Na opinião do deputado, os agricultores que se manifestam em Boa Vista desde terça-feira, 17, “são pessoas que não têm o que fazer e se integram a essa organização que apela para as táticas mais mesquinhas, a fim de conseguir resultados positivos nas suas reivindicações”. O deputado critica os integrantes do MST por eles reivindicarem Continue lendo