Depois de brigas internas que ameaçaram inclusive a possibilidade da governadora Suely Campos de disputar a reeleição, o presidente regional do Progressistas, deputado federal Hiran Gonçalves, decidiu realizar a convenção do partido na próxima sexta-feira, no forródromo do Parque Anauá.

Na semana passada, Hiran teria se rebelado e exigido a retirada da pré-candidatura de Paulo Linhares, sobrinho de Neudo Campos, a deputado federal para não prejudicar a sua reeleição à Câmara Federal, do contrário ele sairia candidato a senador.

O presidente do progressistas teria chegado ao ponto de negar sigla à governador, o que, na prática, inviabilizaria sua candidatura à reeleição. Ao que parece, o furdunço partidário foi apaziguado. No entanto, até aqui ainda não estão definida as coligações que vão definir o número de candidatos a deputado estadual e federal do partido.

Em entrevista à Folha de Boa Vista, Hiran Gonçalves disse que o PP pretende “eleger uma grande bancada e escolher os candidatos a deputado estadual, deputado federal, senador e governador” que melhor representem o partido.O PP tem quase 4 mil filiados em Roraima.

A sigla tende a fechar alianças com o PR, PRTB, PT, PDT, PCdoB, Podemos e Patriotas. Ainda como reflexo dos desentendimentos da semana passada, Hiran Gonçalves ainda não definiu a que cargo deverá concorrer no pleito deste ano.

Comente com o Facebook