Convenção do PSDB e partidos coligados confirma candidatura de Anchieta ao governo

 

A candidatura do tucano José de Anchieta (PSDB) ao governo foi confirmada neste sábado (28) em convenção realizada no Centro de Tradições Gaúcha (CTG). O evento político também homologou a candidatura de Romero Jucá (MDB) à reeleição para o Senado e de Chico Rodrigues (DEM) que também busca se eleger senador.

Nomes como o do empresário da educação Haroldo Cathedral (PSD) e do vereador Renato Quiroz (MDB) foram confirmados como candidatos a deputado federal.

A presença da prefeita de Boa Vista, Teresa Surita (MDB), foi saldada pelos convencionais como primordial para o sucesso do grupo político do tucano no pleito eleitoral deste ano.

Teresa, mais uma vez, pediu a união de todos os pré-candidatos para eleger Anchieta. Ela disse ser preciso deixar a vaidade e os interesses pessoais de lado. “Com união, nós conseguiremos vencer essa eleição já no primeiro turno “, afirmou.

Porém, a presença de Teresa e do deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa, Jalser Renier (SD), no mesmo palanque causa curto circuito. Dessa vez quem disparou torpedos verbais na direção da gestora de Boa Vista foi Jalser.

“Eu ouvi alguém falar aqui no palanque agora há pouco sobre vaidade. A vaidade está na cabeça de quem fala. Uma coisa é falar em palanque, outra coisa é ir pra rua pedir voto”, alfinetou Jalser.

Ao discursar, Jucá também pregou a união do grupo. O político disse que seu grupo vai enfrentar a máquina do governo e o “grupo dos milhões”. “Temos que mobilizar as pessoas para irem votar porque elas estão desacreditadas”, pregou.

José de Anchieta, por sua vez, afirmou que quer voltar administrar Roraima, mas disse saber que vai travar uma luta muito difícil para colocar os estado nos trilhos novamente. “Mas com esse grupo nós vamos conseguir “, afirmou.

Anchieta disse que vai voltar a investir em segurança, educação, agricultura e segurança pública. “No meu governo a polícia era respeitada pela população e temida pelos bandidos”, frisou.

A convenção foi marcada por algumas críticas de pré-candidatos ao atual governo de Suely Campos (Progressistas), como não poderia ser diferente. As críticas ao governo também partiram de Jucá. “Nas eleições de 2010, as pessoas acreditaram na incompetência, em macacada e em palhaçada . Aí está”, afirmou.

Curiosidade da convenção

Curiosamente, ao discursar de forma empolgada, o deputado estadual Jorge Everton (MDB) disse, fazendo uso da expressão atribuída a Romero Jucá e que ficou gravada nos anais da Operação Lava Jato, que é “preciso estancar a sangria” de recursos públicos em Roraima.

Jucá ao ser flagrado falando essa frase falava da necessidade de barrar o trabalho da Lava Jato na caça aos corruptos, segundo gravação e delação feita pelo ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado.

Comente com o Facebook

Leave a Reply

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE

Assine nossa Newsletter

Assine nossa Newsletter para receber as últimas notícias e atualizações feitas por nossa equipe!

Sua inscrição foi feita com sucesso!