Criminosos digitais disseminam fake news para prejudicar Luciano Castro e este blogueiro

O medo de não se (re)eleger está levando candidatos desonestos a abusar da desonestidade no pleito deste ano. Na tarde desta quarta-feira (26), bandidos pagos para atuar nas rede sociais e demais ambientes digitais como disseminadores de Fake News fizeram circular uma notícia falsa cujo objetivo era atingir a mim e ao candidato a senador Luciano Castro (PR). Para tanto, forjaram um link para dar ares de realidade à estória falsa, como se ela tivesse sido escrita por mim e publicada em meu blog.

Essa prática criminosa, sobre a qual já se manifestou o Supremo Tribunal Federal (STF), e que mobiliza uma força tarefa que envolve várias instituições durante este pleito, inclusive a própria imprensa, tem sido usada de forma indiscriminada aqui em Roraima por candidatos que precisam de um mandato a qualquer custo.  Os candidatos desonestos não medem esforços na tentativa de desqualificar seus adversários. Tudo leva a crer que até o dia 7 de outubro, o nível vai descer até o intolerável.

O texto criminoso publicado esta tarde fala sobre um suposto esquema que envolveria contratos de transporte escolar. Quem acompanha minhas publicações no blog, nas redes sociais e no jornal impresso, e conhece minha escrita, logo reconhece que o estilo do texto não é o meu. Tenho outra pegada textual. No mais, até a forma de linkar o conteúdo é diferente da que eu faço usualmente.

A fraude fica evidente, quando se clica no suposto link. Ele simplesmente leva do nada a lugar nenhum. Enfim, como o conteúdo é absolutamente fraudulento, mentiroso e desonesto, o internauta é direcionado para uma página de erro do Blog do Luiz Valério com a mensagem “WE COULDN’T FINDE THIS PAGE” (não conseguimos encontrar esta página). Isso acontece simplesmente porque esse conteúdo não existe e nunca existiu no banco de dados do blog. Não foi escrito nem publicado por mim. É fake!

Os arquitetos dessa fraude são, além de desonestos, amadores. Queriam apenas desestabilizar a candidatura de Luciano Castro, que cresceu de forma considerável nas últimas pesquisas do Ibope, aparecendo tecnicamente empatado com o Mecias de Jesus (PRB), Ângela Portela (PDT), Chico Rodrigues (DEM) e Romero Jucá (MDB). Os autores do crime intencionavam também criar um clima de animosidade entre mim e Luciano. Não conseguiram.

Reafirmo o que disse em nota de esclarecimento que publiquei em minha Fan Page no Facebook: tudo não passa de uma fraude, de um lance de desonestidade levado pelo desespero causado pela iminência de uma possível derrota avassaladora nas urnas.

Meus textos têm uma identidade, um DNA de escrita, que consegui desenvolver na lida diária como jornalista e escritor de blog. Mesmo tentando, os pistoleiros digitais não vão conseguir confundir aquelas pessoas que acompanham o meu trabalho. O que eu escrevo, assino, sustento e mantenho no ar. Nunca me escondo atrás de perfis fakes e notas mentirosas, cujo objetivo é confundir e espalhar a discórdia.

Amanhã estarei denunciando o caso à polícia e cobrando investigação do caso. Podem ter certeza que o autor dessa fraude será descoberto. E terá que pagar na forma da lei. Fake News é crime, assim como a corrupção é crime. E criminosos têm que acertar as contas com a justiça.

Comente com o Facebook

Leave a Reply

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE

Assine nossa Newsletter

Assine nossa Newsletter para receber as últimas notícias e atualizações feitas por nossa equipe!

Sua inscrição foi feita com sucesso!