DERRAPAGENS DE VÉSPERA

Os últimos momentos da camapanha eleitoral em Roraima têm rendido histórias que confirmam a decadência do sistema político brasileiro. O senador da república e candidato ao governo do Estado, Romero Jucá (PMDB), é acusado de invadir um escritório político do grupo opositor para flagrar suposta compra de votos. Jucá teria recebido uma informação de que estaria havendo cooptação de eleitores e foi averiguar, desempenhando um papel que deveria ser da Polícia Federal. De acordo com as informações de pessoas ligadas a escritório de campanha do vereador, presidente da Câmara Municipal de Boa Vista e candidato a deputado estadual, José Reinaldo Pereira (PSDB), local onde houve o entrevero, Jucá teria invadido o ambiente e apreendido o dinheiro supostamente usado na compra de votos. Os seguranças de Reinaldo e do também candidato Márcio Junqueira teriam dado uns safanões no senador peemedebista, que perdera o óculos – quebrado na confusão – e o seu aparelho celular, que serviu como prova da invsão na Polícia Federal. Jucá, por sua vez, foi à Polícia Civil e registrou ocorrência afirmando ter perdido o celular. Já José Reinaldo disse à PF que o dinheiro desaparecido do seu escritório estava sendo usado para pagar as pessoas que trabalharam na sua campanha. Todo esse triste episódio ocorreu no bairro Raiar do Sol.

Comente com o Facebook

Leave a Reply

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE

Assine nossa Newsletter

Assine nossa Newsletter para receber as últimas notícias e atualizações feitas por nossa equipe!

Sua inscrição foi feita com sucesso!