Esposas de reeducandos da PAMC defendem direito a visita neste sábado

Esposas de reeducandos que cumprem pena na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo (PAMC) temem que o atraso no pagamento do salário dos servidores públicos inviabilize a visita aos seus maridos, filhos e parentes neste sábado (20).

Servidores do sistema prisional – como todos os demais – estão insatisfeitos com o atraso no pagamento do salário pelo governo e não estariam dispostos a trabalhar de forma a possibitar a visitação.

Mulheres que vêm do interior de Roraima a cada 15 dias para visitar os maridos que cumprem pena na PAMC e que já estão em Boa Vista desde ontem para poder ver seus companheiros, procuraram o blog para dizer que temem não poder entrar na Penitenciária neste sábado em decorrência do atraso no pagamento dos servidores públicos.

Quando vêm visitar seus companheiros, elas trazem alimentos e produtos que os ajudam a se manter na prisão com o mínimo de dignidade, os sacolões. “Nós enfrentamos muitas dificuldades para chegarmos até aqui e agora corremos o risco de sequer podermos visitar nossos companheiros neste sábado’, disse uma das mulheres ao blog.

Segundo as esposas que procuraram o blog, seus companheiros já estão presos e não podem ser duplamente penalizados com o cancelamento da visita. Elas afirmam que fazem um esforço muito grande para vir do interior para Boa Vista e, por isso, pedem que a visita deste final de semana não seja cancelada.

Comente com o Facebook

Leave a Reply

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE

Assine nossa Newsletter

Assine nossa Newsletter para receber as últimas notícias e atualizações feitas por nossa equipe!

Sua inscrição foi feita com sucesso!