Polícia Civil investiga repasses feitos à família de Jucá

A Polícia Civil apura suspeitas de lavagem de dinheiro em repasses feitos a parentes e empresas do senador Romero Jucá (MDB). As transferências foram consideradas atípicas pelo Coaf (órgão do Ministério da Fazenda que controla atividades financeiras) e informadas, a pedido, à polícia.

São investigados a atual mulher de Jucá, Rosilene Brito, e dois filhos do senador com Germana de Holanda, sua primeira mulher, Rodrigo e Marina. O procedimento acontece de forma preliminar e o processo corre em sigilo.

A transferência da quantia de R$ 572 mil foi feita pela Oliveira Energia, empresa de Manaus que arrematou a Eletrobras em Roraima em leilão no fim de agosto, pelo valor simbólico de R$ 50 mil.

Jucá divulgou uma nota pública negando ser sócio de qualquer firma do setor elétrico e listando benefícios da transação.

Além do repasse à Oliveira, a polícia também apura depósito de R$ 151 mil da Fenixsoft Gestão de Softwares a Marina Jucá.

Acompanhe o Blog do Luiz Valerio para mais informações.

Comente com o Facebook

Leave a Reply

Assine nossa Newsletter

Assine nossa Newsletter para receber as últimas notícias e atualizações feitas por nossa equipe!

Sua inscrição foi feita com sucesso!