Prefeitura de Caracaraí decreta situação de emergência no município

Tempo de leitura: 2 minutos

 

A Prefeitura de Caracaraí decretou ontem situação de emergência no município, em razão da cheia do Rio Branco que já afeta cerca de 130 pessoas. Este é o segundo ano consecutivo que o município toma esta medida durante o inverno.

Ontem à tarde o nível do rio chegou a 9 metros e 21 centímetros. A previsão para esta quinta-feira (5 de julho), segundo o Boletim Extraordinário do Sistema de Alerta Hidrológico da Bacia do Rio Branco, é o nível do rio suba para 9,36 centímetros em Caracaraí e 8,08 em Boa Vista.

Boletim Extraordinário do Sistema de Alerta Hidrológico da Bacia do Rio Branco

A assinatura do decreto pela prefeita, Socorro Guerra (Pros), contou com a presença de vereadores, que se manifestaram favoráveis à atitude.

A gestora disse que a medida foi necessária depois de a enchente atingir mais de 130 pessoas na cidade e constantemente novas famílias serem levadas aos abrigos montados.

Segundo Socorro Guerra, a decretação de emergência em Caracaraí foi feita devido às vicinais do município estarem intrafegáveis.

Vários bairros da “Cidade Porto” já foram afetados pela cheia. A decisão também é decorrente do risco de danos aos bens materiais de pessoas e dos os sérios riscos às produções e principalmente pesca e agricultura.

Ontem o nível do rio Branco em Caracaraí chegou a 9,21 metros ontem e continua subindo. Na Na terça-feira (3), oito escolas municipais anteciparam o período de férias por causa das inundações e da intrafegabilidade.

A prefeita Socorro Guerra disse que o calendário escolar não foi afetado, devido ao planejamento da Secretaria Municipal de Educação.

A prefeitura deu início, ainda no final de semana passado, a uma campanha de arrecadação de donativos para as famílias atingidas pela cheia do Rio Branco. A ação pretende arrecadar água potável, alimentos, itens básicos de higiene, roupas, calçados, agasalhos, mosquiteiros e colchões.

As doações podem ser entregues na sede do Corpo de Bombeiros, na Avenida Venezuela, e em uma residência localizada na Rua Andorinhas, nº 248, no bairro Mecejana.

Comente com o Facebook