Servidores terceirizados estão há 6 meses sem receber salário

Tempo de leitura: 2 minutos

Um grupo de cerca de 20 servidores que trabalham para a empresa terceirizada Lidan Serviços fez uma manifestação na manhã desta quarta-feira (25) em frente do Palácio Senador Hélio Campos, sede do governo estadual, cobrando o pagamento de salário, que está atrasado há seis meses. Eles alegam que o governo não tem repassado o pagamento para a firma e, por isso, esta não os terceirizados que prestam serviços em escolas, hospitais e demais repartições e órgãos de governo.

Esses trabalhadores decidiram sair do anonimato e mostrar sua situação de dificuldade. Um desse deles, Geraldo Martins, que tem três filhos e pagar pensão alimentícia para um deles, diz que está prestes a ser preso porque há três meses não repassa o dinheiro da pensão para a mãe da criança. Sua situação é de desespero. Geraldo afirma ainda que suas contas estão todas atrasadas, se acumulando, pois não tem como pagar.

“Estou passando por muitas dificuldades. Minha situação não está fácil. São seis meses sem receber salário e três meses sem poder pagar a pensão para um dos meus filhos. Corro o risco de daqui a pouco ser preso. Isso sem falar nas contas que vão só aumentando e eu não tenho como pagar. É uma humilhação muito grande”, lamentou.

Francisco Oliveira também está em dificuldades, mas diz que sua situação é menos delicada do que a dos seus colegas de trabalho. Ele disse sua esposa trabalha é quem está pagando as contas da casa. “Eu virei gigolô da minha esposa por causa dessa situação”, brincou. “Isso é desumano”, afirmou. “Minha situação só não é pior porque eu não pago aluguel, pois tenho casa própria. Agora, o caso do meu amigo que está há três meses sem pagar pensão alimentícia e pode ser preso a qualquer momento é muito grave”, disse, solidário.

Os servidores dizem estar cansados de ser enganados pelo governo, pois já foram várias vezes fazer cobrança e recebem como resposta a afirmação de que a administração estadual repassou dinheiro para a empresa Lidan. Esta, por sua vez, justifica não ter recebido e, por isso, não pode pagar aos seus funcionários. Essa disse que disse já dura meio ano. “Nós já estamos cansados de tanta mentira do governo”, disse Geraldo.

Comente com o Facebook