Temer avalia uso de senhas e cotas diárias para controlar entrada de venezuelanos no Brasil

O presidente Michel Temer afirmou nesta quarta-feira (29) que avalia a possibilidade do uso de senhas para ter controle na entrada de imigrantes venezuelanos em Roraima.

De acordo com o presidente, o número de venezuelanos que entram diariamente no país, pelo município de Pacaraima, deve ser reduzido da média de 800 para 200.

“(…) entram 700 ou 800 venezuelanos por dia e isso está criando problemas para vacinação, para organização. Eles pensam em colocar senhas de maneira que entrem 100, 150 ou 200 por dia para organizar um pouco mais estas entradas”, apontou o presidente.

Na última terça-feira (28), Temer assinou um decreto, autorizando o uso das Forças Armadas para reforçar a segurança em Roraima até o dia 12 de setembro.

“Editamos a GLO colocando as Forças Armadas nas faixas de fronteira, que alcança Boa Vista e Pacaraima, precisamente em face dos acontecimentos. As coisas estavam lá caminhando por um ritmo desagradavel na relação do povo venezuelanos e povo brasileiro”, afirmou o presidente.

ROMERO JUCÁ – A fixação de cotas para entrada de venezuelanos em Roraima foi uma das sugestões feitas pelo senador Romero Jucá (MDB-RR) ao governo federal, além do fechamento temporário da fronteira. Ao não ser atendido, Jucá deixou a liderança do governo no Senado na última segunda-feira (27).

Com informações de Rádio Jornal

Comente com o Facebook

One Response

  1. Tonycliftontaxi 1 de setembro de 2018

Leave a Reply

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE

Assine nossa Newsletter

Assine nossa Newsletter para receber as últimas notícias e atualizações feitas por nossa equipe!

Sua inscrição foi feita com sucesso!