Foi publicado somente nesta sexta-feira (20), no Diário da Justiça Eletrônico, o acórdão com a decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) em que a Quarta Turma da Corte rejeitou, por unanimidade, o embargo de declaração apresentado pela defesa do prefeito de São João da Baliza, Marcelo Jorge, condenado em segunda instância pelo crime de peculato no processo 0002114-73.2008.4.01.4200, referente ao “caso gafanhotos”.

A rejeição do embargo de declaração interposto pela defesa de Marcelo Jorge ocorreu no dia 26 de junho e até então o acórdão ainda não havia sido publicado. O advogado Emerson Delgado, que defende o gestor no processo, disse ao blog no meio da semana que entraria com outros recursos.

Marcelo Jorge foi arrolado no processo 0002114-73.2008.4.01.4200 que se refere ao “Caso Gafanhotos”, esquema de desvio de recursos públicos do Governo de Roraima, desmontado pelo Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal no ano de 2003. Entre outros nomes da política local, o caso gafanhotos envolveu o atual presidente da Assembleia Legislativa, Jalser Renier (SD), e o ex-governador Neudo Campos, que cumpre pena de prisão domiciliar.

acordao_marcelo_jorge-publicado
Shares
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • Gmail

O acórdão da Quarta Turma do TRF1 foi publicado nesta sexta-feira (20)

Comente com o Facebook