Prefeito Marcelo Jorge

TRF1 rejeita embargos apresentados pela defesa de Marcelo Jorge que pode ser preso

 

A Primeira Turma do Tribunal Regional Federal da 1a. Região (TRF1) rejeitou nesta terça-feira (26), por unanimidade, os embargos de declaração apresentados pela defesa do prefeito de São João da Baliza, Marcelo Jorge Dias Fernandes (PROS), contra a sua condenação em segunda instância naquela corte pelo crime de peculato, o que pode resultar em sua prisão. O relator do processo é o desembargador Néviton Guedes.

Marcelo Jorge foi arrolado no processo 0002114-73.2008.4.01.4200 que se refere ao “Caso Gafanhotos”, esquema de desvio de recursos públicos do Governo de Roraima, desmontado pelo Ministério Público Federal (MPF) e Polícia Federal no ano de 2003. Entre outros nomes da política local, o caso gafanhotos envolveu o atual presidente da Assembleia Legislativa, Jalser Renier (SD), e o ex-governador Neudo Campos, que cumpre pena de prisão domiciliar.

Marcelo Jorge Dias Fernandes foi condenado pela 2ª Vara Federal de Roraima a cinco anos de prisão em regime semiaberto e ao pagamento de multa no valor de R$ 10.366,00 no âmbito do “Caso Gafanhotos”. No mesmo processo, foi condenado à mesma pena e pelo mesmo crime o irmão de Marcelo Jorge, Reinaldo Moraes Fernandes. A Moraes foi aplicada uma multa no valor de R$ 5.183,00.

Processo Marcelo Jorge

Movimentação do processo de Marcelo Jorge que trata sobre sua condenação por peculato

Comente com o Facebook

Leave a Reply

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE

Assine nossa Newsletter

Assine nossa Newsletter para receber as últimas notícias e atualizações feitas por nossa equipe!

Sua inscrição foi feita com sucesso!